Tatunos 

Entre os povos naturalmente originários do Planeta Floresta, os Tatunos não se mostravam de muita abertura para conversas, não tendo isso, porém,  a ver com sua aparência animalesca, com olhos negros redondos e de rosto longilíneo, bem maior e mais fortes fisicamente, que qualquer outro povo do Planeta Floresta. Mostravam artes realizadas em vários materiais típicos de suas regiões, bem como culinária, misturas de ervas-irmãs para curas mais precisas e complexas, e apresentações musicais, sobretudo, os famosos corais das fortes e belíssimas vozes dos Tatunos. Eram hábeis engenheiros. Haviam, desde o princípio de seu povo, investido na produção de incríveis ferramentas e adoravam o uso de energia térmica. Tinham tido o contato com energia solar após se comunicarem com os povos descendentes dos Atunis. Suas construções eram consideradas atrações turísticas, ao mesmo tempo que eram utilizadas por seus habitantes. Além disso, era chamados de “arquitetos de montanhas”, pois, trabalhavam  esculpindo o contornos dessas, controlando o comportamento dos ventos em seus domínios. Essa mesma técnica era aplicada a arte para erguer grandes estátuas, sendo, inclusive encomendadas por bravos líderes para se construir faces e gigantes deitados nos domínios dos povos descendentes dos Atunis. Porém a arte mais característica dos Tatunos era a confecção de gigantescos desenhos no chão. Faziam isso, pela lembrança que os sábios dos Tatunos tinham dos Semeadores que, ao contrário dos povos de Floresta, cultuavam o domínio dos ares, cruzando os céus com suas naves de esfera de prata.  Alguns afirmam, porém, jamais foi provado, que algumas dessas formas de arte indicassem a esperança que alguns Tatunos mantinham em rever um Semeador vivo os visitando outra vez. Sob esse ponto de vista, as artes feitas de formas colossais poderiam ser uma mensagem direta para esses alados visitantes de outrora.

As artes feitas com matérias pesados e que exigia grande força bruta  eram apenas consequência da biologia dos Tatunos. Eles, em média, podiam carregar quinze vezes o seu próprio peso e, portanto, também manipular pesadas ferramentas impensáveis de serem utilizadas por outros povos.

Além da parte física, Tatunos estudavam a vida, a variedade de animais e plantas, e o clima, sendo fornecedores dessas informações para os povos vizinhos. Além disso, não deixavam, normalmente suas terras. A não ser para o comércio ou caso fossem contratados para o transporte de materiais pesados em terrenos extremos. Um desafio bastante cultuado entre eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *